As cadeias de montanhas “Dolomiti” fazem parte dos Alpes italianos nas regiões do Veneto, Trentino-Alto Adige e Friuli- Venezia Giulia, e foram declaradas patrimônio da humanidade pela UNESCO em 2009. O principal mineral que constitui essa cadeia é a “Dolomita”. Esse tipo de rocha se formou há 250 milhões de anos através do acúmulo de conchas, corais, algas calcárias, quando essas terras ainda eram submersas na água, em um ambiente parecido ao da “grande barreira de coral”.

É a “Dolomita” que confere a característica cor rosa dessas montanhas, enfatizada ainda mais quando a luminosidade do sol paira sob elas, período que dura aproximadamente seis meses.

Durante os outros seis meses do ano elas são cobertas de neve, o que faz com que a coloração da vegetação e dos lagos em seu entorno sejam ainda mais evidenciadas.

Esta região possui outra grande peculiaridade quando comparada ao restante da Itália. Por conta de decisões burocráticas tomadas após a Primeira guerra mundial, a região do Trentino- Alto Adige foi anexada à Itália, fazendo com que atualmente convivam duas culturas radicalmente diferentes, algo bem visível através da arquitetura, dos costumes e idiomas de seus habitantes, que são, o italiano, o alemão e o dialeto ladino-dolomita.

A gastronomia regional é baseada em pratos preparados de forma simples porém com sabor inigualável, já que grande parte dos queijos, mel e vinhos são de produção local.

Em algumas de nossas viagens inserimos as montanhas Dolomiti como destaque do roteiro. Realmente uma experiência indescritível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu