Geralmente, associamos os Alpes com a Suíça, mas esse é um engano tão grande quanto a própria região alpina. Ocupando uma área de cerca de 190 mil quilômetros quadrados, os Alpes se dividem entre a Áustria, a Itália, a França, a Suíça, a Alemanha, a Eslovênia e também os microestados de Liechtenstein e Mônaco.

Países que abrigam a cadeia dolomitas

Mas por que tanta confusão dos Alpes com a Suíça? A resposta é bem simples. Apesar de apenas 14% da área total dos Alpes estar na Suíça, essa área representa 65% do território daquele país, ou seja, mais da metade da Suíça fica nos Alpes. A Itália, por outro lado, abriga 27% da área total dos Alpes, algo como 52 mil quilômetros quadrados, mas isso representa pouco mais de 17% do território italiano. Deixando os equívocos à parte, vamos ao que realmente interessa: os Alpes italianos. A cadeia alpina se estende ao longo de sete regiões do norte da Itália: Liguria, Piemonte, Valle d’Aosta, Lombardia, Trentino-Alto Adige, Veneto (Belluno) e Friuli-Venezia Giulia.

Val di Funes, região do Alto Adige

 

As paisagens são diversificadas e mudam de acordo com as estações do ano, ganhando novas cores e encantos. São cadeias de montanhas, vales, colinas, lagos, pastagens, pequenas cidades que mais parecem cartões postais.

Dolomitas na região do Trentino-Alto Adige durante o outono

 

Embora estejamos sempre apresentando novos locais durante nossos roteiros, as cadeias dolomitas são sempre um de nossos destaques principais. Nossa preferência se dá pela região do Trentino-Alto Adige, pois além de ser esplendorosa no que diz respeito à natureza, é também riquíssima em sua cultura.

Vilarejo típico da região do Trentino-Alto Adige

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu