Localizado na comuna de Pozzuoli, na Região de Campania, o Lago d´Averno se formou na cratera de um vulcão extinto a cerca de 4 mil anos. A origem do seu nome deriva do grego “Aornon”, que significa “lugar sem pássaros”, pois a emanação de enxofre de suas águas os afugentavam. Graças à sua origem, a mitologia greco-romana considerava o lago como um portal para o mundo subterrâneo (Hades para os gregos e Averno para os romanos).

Nas imediações do lago existem ruínas de um templo dedicado a Apolo.

Há também a Grotta della Sibilla Cumana, uma gruta escavada provavelmente para ligar o lago ao mar e um túnel feito pelos romanos, provavelmente para fins militares, ligando com o lago de Cuma. O túnel sofreu com os tantos bombardeios durante a 2ª Guerra Mundial e não é seguro para visitação.

Outra curiosidade desse lago é que desde o século XIX estudam um fenômeno óptico denominado “fata Morgana”, que é uma forma incomum de miragem, observado em uma estreita faixa acima do horizonte. O nome desse fenômeno deriva da estratégia usada por Morgana, personagem da mitologia celta, que induzia em marinheiros visões fantásticas de castelos no horizonte para atraí-los e levá-los à morte.

A melhor forma de transbordar em cultura é viajando!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu